A CULPA DO MEU SUMIÇO

Antes mesmo de outubro começar, lá estava eu me programando para as postagens no blog, como todo mês faço. Estava animada, com várias ideias, posts pré-programados, algumas fotos já feitas, partes de resenhas também. Só faltava alguns ajustes e tempo.

Já sabia que as chances de cumprir com a minha meta era bem grande, mas, não esperava por tanto. O mês começou e fui pega de surpresa, e uma responsabilidade maior do que eu já tinha foi jogada em meu colo, no susto.

Tive e ainda estou tendo de cumprir com essas responsabilidades, das quais são delas que vem o meu sustento. De onde vem o dinheiro que consigo comprar os produtos para resenhas do blog e etc. Tem sido um tempo de muito aprendizado, tempo de poder mostrar do quanto sou capaz, principalmente para mim mesma.

O que quero dizer com isso, é que, no meio de tanta coisa acontecendo, não consegui parar para dedicar um tempo para o blog. O lugar onde eu venho para conversar (as vezes sozinha rs) e compartilhar com as pessoas as minhas experiências e opiniões, não podia (e nem vai) se tornar o lugar onde eu viria e jogaria qualquer informação, de qualquer jeito e sem nenhum cuidado.

Pra quem tem blog sabe o quanto é trabalhoso criar conteúdo e manter a constância nele. Não é apenas escrever, se você resenha sobre produtos você tem que tirar fotos do produto, escrever sobre ele, testar ele de várias formas. deixar sua opinião, alinhar o texto, formatar texto e imagens, se citou páginas ou blogs deixar os devidos créditos e assim vai. E eu que sou aquela pessoa que não consegue pegar um trabalho e fazer pela metade e/ou de qualquer jeito, tinha que escolher em qual me dedicaria neste momento.

Uma coisa que nesses dias ficou martelando na minha cabeça era: “quem quer faz”, “quem quer dá um jeito”. E realmente, isso é verdade. Mas, e o esgotamento físico e mental? E o descanso, onde se encaixam? Eu precisava parar e rever muitas coisas. Não estou me culpando por esta falta, nem ninguém, mas, refletindo nos porquês e para quê.

Todo mundo que começa na internet tem um propósito, um desejo. Por aqui não é diferente. Para não perder o prazer em gerar conteúdos para o blog eu me dei essa pausa desses dias. Poderia ter mantido os posts por aqui em dia? Poderia, mas, não estaria cuidando de mim, apesar disso aqui ser parte de mim.

Minha mente sempre esteve aqui, até parece que sumi por anos, não faz tanto tempo sem posts, mas, parece uma eternidade para mim.

Se você vem sempre por aqui e não viu nenhum conteúdo novo nesse tempo, foi por isso. Uma breve explicação, talvez, para mim mesma de que preciso de tempo. Tudo leva tempo e tem o seu tempo.

Só para não esquecer…

Escrito por

Carioca de 28 anos, casada, cristã, uma sonhadora que ama tudo que envolve o universo feminino, adora viajar na internet e nesse mundão quando dá, curte fotografias amadoras até se arrisca fazendo umas, tem aparência forte mas é super sensível e delicada mas não leva desaforo pra casa!

4 comentários em “A CULPA DO MEU SUMIÇO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.