Viagem para Campos do Jordão sem carro – missão impossível?

Hey pessoas!

A viagem para São Paulo nos levou a dar um pulo em Campos do Jordão logo em seguida. E como eu vi muita coisa bonita por lá, porque não registrar aqui também para que vocês possam conhecer e saber os perrengues que passamos na viagem?! Se você não viu o último post sobre a viagem para São Paulo, clique aqui para conferir!

Vamos lá saber o que fizemos em Campos do Jordão?

Campos do Jordão é lindo, você tem muito contato com a natureza e imaginem só, sair de um lugar totalmente urbano como São Paulo e ir direto para Campos do Jordão. Além do frio que faz, a cidade é excelente para quem procura desacelerar e relaxar.

Antes de te contar como transformamos a missão impossível de se locomover sem carro em uma viagem, vou te contar os pontos positivos. Depois eu te assusto com a parte ruim da viagem! rs

Vou te contar o que conhecemos e fizemos por lá:

►Parque Amantikir:

O parque fica mais distante do centro, uma subida com várias curvas. Se você enjoa, toma remédio, por que eu esqueci! O parque Amantikir possui 28 jardins com 700 espécies de plantas ao longo dos 60.000m², abre todos os dias de 08 às 5 horas da tarde. Vá preparado para as formas de pagamento, pois eles não aceitam cartão, mas pode ser feito em dinheiro, cheque e transferência bancária que eles disponibilizam a conta bancária para você na hora. Cada entrada custa R$40,00, crianças dos 5 aos 16 anos pagam meia, estudantes, seniores (+60 anos), professores da rede pública e policiais. É preciso apresentar os respectivos comprovantes e a compra só é possível ser feita na hora. Visite o perfil deles no Instagram.

►Centro Capivari + Fondue:

Na noite de quarta precisávamos parar em algum lugar que tivesse passando o jogo do Flamengo e olha, foi difícil encontrar já que no mesmo dia tinha um jogo se não me engano do Grêmio. Até que, achamos um lugar que tinha fondue e que o garçom conseguiu colocar em uma das televisões o jogo do flamengo, já que ele também queria assistir (hahaha). O fondue fica na praça paris que tem uma torre bem em seu centro (igual a de Paris mesmo, por isso o nome rs), assim que você sobe as escadas. Não tirei foto nesse lugar, uma vez que o frio estava demais, chegou a bater 0º graus. Destaques do Instagram em Campos do Jordão.

Museu do trem:

Ele fica bem no centro de Capivari, é no mesmo local onde você pega o famoso Teleférico (que eu não fui, fiquei nervosa com ele troço sem nada pra me segurar kkkk) e o trem que faz o passeio pela cidade. O museu é pequeno, um galpão, mas tem objetos históricos bem interessantes nele que vale a pena conferir. Eu amo ir a museus nas minhas viagens, não deixaria de ir nesse. Acabei reparando que só tirei fotos do lado de fora (kkkk rindo de nervoso)

Agora a parte cômica e não triste da viagem. Como não temos carro, a nossa viagem foi feita de ônibus e os passeios pela cidade de Uber/táxi, igualmente como fizemos em São Paulo. Porém, Uber não funciona muito por lá, e como vocês já podem imaginar foi um pouco difícil se locomover por lá, uma vez que a cidade é praticamente dominada pelos taxistas. Assim que chegamos à rodoviária já nos deparamos com o problema, não tinha como chamar Uber, não aparecia nenhum carro no aplicativo (tentei Uber e 99 táxi) e os taxistas não aceitavam cartão. Por sorte tínhamos um trocado na carteira e conseguimos desenrolar com o taxista que disse que daria aquele valor rs.

Mas não foi só isso que deu ruim na nossa viagem, ao chegar na pousada ela estava sem luz. Eu estranhei por que estava muito escura a entrada, mas, não imaginava que fosse por falta de luz. O homem que nos recebeu na recepção foi muito educado e nos falou exatamente o que estava acontecendo e se a situação seria resolvida rápido. O que não seria possível, acabamos tendo de trocar de pousada, fomos para uma outra próximo dali porém tivemos de ir andando, naquele frio e rua deserta.  Mas deu tudo certo, Graças a Deus, chegamos bem ao hotel que foi esse aqui oh: Hotel Dan Inn. O hall dele é bem luxuoso, esqueci de tirar fotos de lá mas confere o link para vocês terem uma ideia do lugar.

Como disse, Uber é algo escasso na cidade, você até consegue, mas, pode ocorrer de demorar um pouco. No caso do parque Amantikir, a nossa volta só não foi trágica por que um casal também carioca como nós, teve a mesma ideia que a gente e achou que teria Uber lá em cima da mesma forma que conseguimos na ida. Acabamos dividindo um táxi com eles na volta. Se você não tiver carro e for ir visitar o parque já leva dinheiro para a volta de táxi, por que o Uber (ou qualquer outro aplicativo) não funciona por lá (é bom reforçar né?).

Fora isso pessoas, dá para curtir a cidade. Tem muitas outras coisas a se fazer por lá, mas, ficamos apenas três dias e a grana já estava acabando, não estava dando para inventar. Se você curte cerveja/bebidas lá tem vários barzinhos e a famosa choperia Baden Baden, chocolate quente é o que não falta também. Essa parte também foi muito boa, pois o frio castiga muito.

Me conta aqui pessoas, o que vocês acharam desse post, se tem vontade de conhecer Campos do Jordão! Se você também assim como eu não possui carro para fazer viagens, me diga qual é o seu maior desafio nas viagens? Curte viajar? Gosta de dicas de viagens e passeios? Deixa tudo aqui nos comentários que eu quero saber!

Não esquece de me seguir nas redes sociais, principalmente no Instagram por que quem me segue por lá já viu tudo que aconteceu nas minhas viagens em primeira mão. Já corre lá para me seguir, cadastra o seu e-mail no nosso newsletter para receber em seu e-mail uma notificação sempre que um post novo for publicado por aqui. Assim você não perde nada que acontece no blog.

Já compartilha esse post com os amigos, familiares, com aquela pessoa que ama viajar para ela ficar sabendo mais dessa viagem e que é POSSÍVEL SIM viajar sem ter carro.

Um super beijo para vocês,

Até o próximo post!

Tcaaaaaaaaaaaaaaaaau


Me acompanhe nas redes sociais:

»Facebook                  »Instagram                 »Twitter                  »Pinterest

Follow my blog with Bloglovin

Escrito por

Carioca de 28 anos, casada, cristã, uma sonhadora que ama tudo que envolve o universo feminino, adora viajar na internet e nesse mundão quando dá, curte fotografias amadoras até se arrisca fazendo umas, tem aparência forte mas é super sensível e delicada mas não leva desaforo pra casa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.